fbpx
Download [ebook] desafios da mulher moderna casulePowered by Rock Convert

A hora da alimentação é sempre uma guerra na sua casa? Sua criança está sempre voltada para consumir melhor os alimentos dos pacotinhos do que os que a natureza oferece?

Isso já está te levando ao desespero? Calma! Esse texto vai te ajudar!

A verdade é que não há dificuldade alimentar que não possa ser contornada com os seguintes ingredientes: paciência, carinho, dedicação e orientação nutricional. Para auxiliar os pais e cuidadores a oferecer às crianças uma alimentação prazerosa e equilibrada, deixo aqui os dez mandamentos para uma boa alimentação infantil:

1) Alimentação é acima de tudo um gesto de cuidado e carinho. Por isso, demonstre cuidado e preocupação com a saúde do seu filho oferecendo diariamente a ele alimentos que vão lhe prover crescimento e um bom desenvolvimento.

2) A alimentação consciente é uma questão de educação. Por isso, permita que seu filho conheça os alimentos, o seu cheiro, a sua cor, o seu sabor, sem escondê-los batendo tudo no feijão ou no sopão.

3) Comida não é moeda de troca. Por isso, não prometa sobremesa, shopping, cinema caso seu filho coma tudo.

4) O prato precisa ter cinco cores diferentes. É assim que seu filho vai receber variedade de nutrientes, vitaminas e minerais necessários para sua imunidade, crescimento e desenvolvimento.

5) Os pais são sempre o melhor exemplo para os filhos. Dificilmente seu filho terá uma boa alimentação se você come mal. Não adianta querer oferecer comida fresca e colorida ao seu filho se ele vai te ver comendo congelados industrializados, um monte de balas, chocolates e garrafas e
mais garrafas de refrigerante.

6) A hora da refeição deve ser um momento de prazer em família. Por isso, assente-se à mesa com seu filho nas refeições em que isso for possível. Que tal escolherem o cardápio juntos? Irem às compras e prepararem o alimento em companhia.

7) Refeições sem distrações: evite distraí-lo com TV, tablet, videogame ou celular enquanto se alimenta.

8) Para gostar, tem que experimentar! Se for preciso, ofereça 5, 10, 15 vezes o mesmo alimento, mas pode mudar a forma de preparo para facilitar. Exemplo: ofereça cenoura ralada, cozida, purê de cenoura, bolo de cenoura, suco de laranja com cenoura.

9) Se a criança não estiver com fome, não precisa comer. Não fique oferecendo comida o tempo todo para a criança. Deixe que ela sinta falta e peça. Permita também que ela reconheça desde cedo que está satisfeita e saciada, sem exigir que ela limpe o prato.

10) As regras são para todos os membros da família. Só assim a criança vai entender, viver e desfrutar dos benefícios de uma boa alimentação infantil.
Comece aos poucos, mas comece hoje! Passo a passo rumo a uma alimentação, leve, tranqüila, prazerosa e equilibrada, com muita saúde para os pequenos!

Download [ebook] desafios da mulher moderna casulePowered by Rock Convert

Share This