fbpx
O que é terapia cognitivo-comportamental

O que é a Terapia Cognitiva Comportamental?

Atualizado em 06/03/2014
Por Redatora Casule

O que é a Terapia Cognitiva Comportamental?

Atualizado em 06/03/2014
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O que é a Terapia Cognitiva Comportamental?

A terapia cognitiva, também conhecida como terapia cognitiva comportamental* (Cognitive-Behavior Therapy, CBT) é um tipo específico de psicoterapia que enfatiza a importância dos processos cognitivos na compreensão e no tratamento de diversos transtornos mentais. A terapia cognitiva é estruturada para ter uma duração curta e se baseia na teoria cognitiva, uma teoria composta por 10 axiomas formais que embasam teoricamente diversos modelos e aplicações na prática clínica [2]. Alguns autores defendem que esta abordagem oferece um arcabouço conceitual sobre o qual diversas abordagens psicoterapêuticas poderiam ser integradas [2].

A teoria cognitiva pode ser entendida como uma “teoria das teorias” que as pessoas possuem sobre a sua realidade [2], ou seja, uma teoria sobre as influências que as construções particulares de significado da realidade têm no comportamento mal-adaptativo de pessoas que apresentam algum transtorno.

Desenvolvida por Aaron Beck no final dos anos 1950, esta especialidade se tornou de lá para cá uma das psicoterapias mais investigadas empiricamente e com mais evidências científicas de eficácia [1].  Muitas evidências indicam a sua eficácia para diversos quadros como transtorno depressivo maior, transtorno de ansiedade generalizada, transtorno de pânico, fobias, abuso de substâncias, transtornos alimentares, problemas de casais, transtorno obsessivo-compulsivo, dor crônica, transtorno de personalidade, transtornos do sono e outros quadros.

Mais recentemente, têm sido publicadas evidências de que a terapia cognitiva pode ser um eficiente complemento no tratamento de sintomas da esquizofrenia [1]. Um artigo recentemente publicado na Archives of General Psychiatry, por exemplo, traz o relato de um estudo randomizado onde uma intervenção de 18 meses indicou evidências de maior eficácia no tratamento quando houve uma intervenção de terapia cognitiva como um complemento no tratamento padronizado de esquizofrenia, em comparação com um grupo de pacientes que só passaram pelo tratamento padronizado [3]. Trata-se, portanto, de um sistema de psicoterapia embasado por evidências advindas de diversos estudos controlados, em diversas culturas e para diversos transtornos.

A Terapia Cognitiva

A teoria que embasa a terapia cognitiva propõe simplificadamente que a maneira como representamos a realidade ativa motivações, emoções e processos cognitivos associados que, por sua vez, influenciam as nossas ações, ou seja, dependendo da maneira como interpretamos aspectos da nossa realidade, teremos, por exemplo, reações emocionais diferenciadas que nos induzirão a tomar diferentes cursos de ação [2]. Ao longo de nossas histórias de vida, formamos diferentes estruturas de significado (esquemas) que por sua vez influenciarão a maneira como interpretaremos a realidade e formaremos novos esquemas. A terapia cognitiva afirma que os esquemas disfuncionais resultantes desta história de vida são comuns a todos os transtornos mentais e que a modificação destes esquemas costuma resultar em mudanças no humor e no comportamento das pessoas [1].

Para esse fim, diversas técnicas e procedimentos podem ser usados a depender do tipo de transtorno e das individualidades do paciente. Entretanto, alguns aspectos básicos servem como diretrizes gerais na maneira como um terapeuta cognitivo deve lidar com seus pacientes. A terapia cognitiva enfatiza a importância fundamental da colaboração entre paciente e terapeuta para que avanços substanciais possam ocorrer. Através de técnicas como o questionamento socrático e a descoberta guiada, paciente e terapeuta devem construir uma relação que permita o desenvolvimento de habilidades cognitivas, metacognitivas e sociais fundamentais para um processo terapêutico efetivo.

Procurarei aprofundar, em textos futuros, alguns aspectos particulares da terapia cognitiva, assim como importantes aplicações da mesma para problemas que a maioria das pessoas enfrenta diariamente, como a depressão, a ansiedade e problemas de sono. Apesar de algumas informações que discutirei poderem ser aplicadas imediatamente no seu dia-a-dia, nenhuma destas informações pode substituir a atuação de um profissional qualificado e competente que possa avaliar a sua condição específica, portanto, caso você esteja enfrentando algum problema desta natureza, recomendo que busque a ajuda de um profissional (certamente eu indicaria profissionais que trabalhem com terapia cognitiva, mas também existem outras abordagens psicoterapêuticas eficazes que valem a pena ser cogitadas).

terapia-online-casule-bannerPowered by Rock Convert

*Existem diversos tipos de terapias, consideravelmente diferentes, que são classificados como “terapias cognitivo-comportamentais”, portanto se você já ouviu falar destas, o que você leu não necessariamente era sobre a “terapia cognitiva” abordada aqui.

Referências:

[1] Beck, J. S. (1998). Terapia cognitiva: Teoria e prática. Porto Alegre: Artmed.

[2] Beck, A. T., & Alford, B. A. (2000). O poder integrador da terapia cognitiva. Porto Alegre: Artmed.

[3] Grant, P., Huh, G., Perivoliotis, D., Stolar, N., & Beck, A. (2012). Randomized Trial to Evaluate the Efficacy of Cognitive Therapy for Low-Functioning Patients With Schizophrenia. Archives of General Psychiatry, 69 (2), 121-127 DOI:10.1001/archgenpsychiatry.2011.129

 

Fonte: http://scienceblogs.com.br/socialmente/2012/04/o-que-e-a-terapia-cognitiva

banner-paisagem-ebook-manejo-da-ansiedade-v1.1-curtoPowered by Rock Convert

O que é a Terapia Cognitiva Comportamental?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre O que é a Terapia Cognitiva Comportamental?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui.


Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: O que é a Terapia Cognitiva Comportamental?.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dia do lixo
Na sua dieta tem “dia do lixo”?

Na sua dieta tem “dia do lixo”?

O dia do lixo é uma expressão usada para caracterizar o dia em que comemos em grandes quantidades, alimentos calóricos e super deliciosos! Mas será que essa prática é aconselhável? Contribui ou atrapalha o processo de emagrecimento? Saiba como agir assistindo a este vídeo completo.
A Saúde mental nos relacionamentos como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!
A Saúde mental nos relacionamentos: como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!

A Saúde mental nos relacionamentos: como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!

Quando falamos sobre os transtornos mentais, nos referimos a uma série de alterações significativas no que diz respeito aos aspectos cognitivos, emocionais e comportamentais dos indivíduos e que podem afetar qualquer pessoa durante algum momento de sua trajetória. É uma condição que muitas vezes interfere diretamente na capacidade do indivíduo de enfrentar problemas cotidianos e sentir prazer na vida.
Transtorno bipolar
Transtorno Bipolar

Transtorno Bipolar

A variação de humor no nosso dia a dia é algo muito comum e normal! Passamos por diversas situações ao longo do dia, e da vida, e por consequência, nosso humor e nossas emoções podem se manifestar e alternar de formas diferentes. Mas quando essa mudança se torna um problema? Nesse vídeo vou te ensinar algumas características do Transtorno Bipolar, e te dar algumas dicas para lidar com pessoas que sofrem com essa desordem.

Aspectos psicológicos da dor

Segundo o psiquiatra americano George Hengel, na década de 1970, os estados de saúde e de doença devem ser analisados sob a perspectiva biopsicossocial. Isso significa que a dor nos avisa que algo está não está bem e este aviso pode estar relacionado com seu corpo, indicando alguma lesão ou uma doença, por exemplo; com suas emoções ou com o ambiente em que você vive e trabalha.
Leia mais
Aspectos-psicológicos-da-dor

Aspectos psicológicos da dor

Como a Terapia Cognitiva pode ajudar a quem sofre de dor? O sofrimento que a dor proporciona ultrapassa o corpo, é também um sofrimento emocional. Cuidar das emoções pode ser o primeiro passo para que você aprenda a lidar com a dor. Entender o que está potencializando este incômodo pode te colocar no controle e ajudar a minimizar seus efeitos.
Leia mais
Aspectos psicológicos da dor

Como lidar com os ciúmes?

Aperte o play para escutar este conteúdo. Você é ciumento? Conhece alguém que seja? Sofre com isso? O ciúme é um sentimento que em excesso está relacionado a um padrão de...

Leia mais
Como lidar com os ciúmes

3 passos para cozinhar o próprio alimento

Cozinhar o próprio alimento se torna cada dia mais difícil por conta da rotina atarefada da maioria das pessoas. Mas será que vale a pena terceirizar nossa alimentação e deixar grande parte dela nas mãos do delivery, dos empacotados e congelados?
Leia mais
3-passos para cozinhar o proprio alimento

Somatização

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), ter saúde é diferente de não ter doença, isto quer dizer que ter saúde é usufruir de um bem-estar psíquico, biológico e social.
Leia mais
Somatização

A criança que eu já fui e o adulto que eu sou

Existe uma música que eu adoro chamada “A criança que eu fui um dia” ela é da Reverb Poesia e fala exatamente que à medida em que vamos crescendo, aprendemos a não sonhar, desaprendemos a sorrir, desaprendemos a brincar.
Leia mais
A criança que eu já fui e o adulto que eu sou

Características das pessoas controladoras

A necessidade de controle é um mecanismo de enfrentamento utilizado por muitas pessoas que tem dificuldades em lidar com suas próprias dores e emoções. Os indivíduos com um perfil controlador, geralmente, fazem uso do controle para sentirem-se seguros e se afastarem de reflexões que os levem a sofrimento.
Leia mais
CaracterIsticas-das-pessoas-controladoras

Gratidão!

Dentre os diferentes estados emocionais que o ser humano é capaz de experimentar, a gratidão é um dos mais relacionados à saúde mental e bem-estar. Tal estado está relacionado à percepção de ajuda e contribuição por parte de outros, evidenciando o amparo recebido e contribuições altruístas.
Leia mais
gratidao

5 Dicas de como ser mais Positivo

A negação, ou a negatividade, está mais presente na nossa vida do que a gente pode imaginar. Esse filtro negativo é um erro de pensamento, que como o próprio nome diz, direciona a nossa atenção para aquilo que comprova uma ideia negativa que eu tenho de mim mesmo, e me afasta cada vez mais de uma solução.
Leia mais
5 Dicas de como ser mais Positivo

Árvore dos Sonhos

A Árvore dos Sonhos é uma técnica da Psicologia Positiva onde a gente “pendura” na árvore todos os nossos sonhos; desde os mais simples (tipo um vestido de festa vermelho) até os mais complexos (fazer uma grande viagem ou se formar após um longo tempo sem estudar, por exemplo). São as vontades que nós temos de realizar algo em nossa vida.
Leia mais
Árvore-dos-Sonhos
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This