Participação excessiva da família pode prejudicar seu relacionamento!
7 de março de 2016
Veja dicas para vencer a insegurança e construir uma autoimagem positiva
9 de março de 2016

Temos medo de mudanças?

Medo de mudança
O  medo de mudar  se refere ao medo do desconhecido e surge da nossa imaginação – imaginar o quanto será difícil a adaptação a este novo… emprego, namorado, bairro, estado civil, condição social, ou seja lá por qual mudança você esteja passando.
Mas o medo de mudar também surge da falta de imaginação, ou seja de nossa limitada capacidade para perceber o quanto o novo pode ser estimulante e motivador.
O ser humano tem uma tendência a perceber o negativo maior do que a tendência de perceber o que há de positivo, o que pode dar errado é visto com muito mais ênfase do que perceber o que pode dar certo. Sendo assim tendemos à depressão .   Isso tem uma explicação: a evolução.
Isso mesmo, foi a evolução que mostrou que havia uma boa vantagem em observar com mais atenção o que poderia dar errado, este comportamento ajudou a sobrevivência em tempos neandertais. O homem das cavernas que sobreviveu aos ataques, fome, frio foi o que soube observar de onde vinha o perigo. Este sobrevivente deixou descendentes, e você sabe quem são estes descendentes? Você! Eu! Sua mãe e meu vizinho!. Ou seja, todos nós. Os que não conseguiram olhar para o futuro com medo, olhar para as mudanças com desconfiança perdeu o jogo da sobrevivência.
A grande sacada para quem não mora mais em cavernas é perceber que não há mais necessidade de tanto medo , tanta ansiedade , as mudanças são muito favoráveis – agora são.
Medo de mudar para melhor
Também assusta. Mudar para melhor pode ser tão aterrorizante quanto não saber para onde a mudança te leva. A fantasia humana sempre associa mudança ao desconhecido.
“Estou mudando, ok, dizem que será muito bom esta promoção, ganharei mais, terei uma vaga na garagem da empresa, minhas opiniões serão ouvidas, mas…”. Este “mas” é terrível, é ele que te faz ficar com medo de mudar. É ele que diz, lá no cantinho da sua mente, que mudar não será tão bom assim.
O que você deve saber é que este medo é irracional, é mentiroso, é seu mecanismo de defesa que se desregulou e está acionando o alarme desnecessariamente.
Porque toda noiva fica muito nervosa?
Porque tem um monte de novidades acontecendo ao mesmo tempo. Só a festa já é muito estressante. “E se não entregarem as flores certas? E se a comida estragar? E se os convidados não aparecerem?”
Dificuldade em largar um péssimo relacionamento
Isso é medo de mudar. Sair deste relacionamento onde já conhece todos os defeitos da pessoa e cair em possibilidades novas? Isso é doloroso. Quanto mais você se prende á antiga rotina – só porque já a conhece não significa que terá a melhor vida possível. Pelo contrário.
Medo de que os outros mudem
Parece que pior do que passar por mudanças é encarar as mudanças dos que nos são próximos.
Vamos e venhamos, todos mudam, mudam de idéia, de filosofia de vida, de endereço, de valores, mudam a cor do cabelo e o time para o qual torcem.
Dar um novo olhar para a mesma pessoa é muito difícil porque isso nos obriga a gerar mudanças em nós mesmos.
Como encarar de forma mais leve o medo das mudanças
A melhor forma é mudar seus padrões de pensamento, ficar nas vantagens e lutar para que você seja vitorioso em cada mudança. Para alguns será necessário eliminar cargas negativas referentes à mudanças mal sucedidas em outras fases da vida.
A psicoterapia é um caminho para este sucesso. O psicólogo é o agende de mudança positiva em sua cabeça que o prepara para todas as outras mudanças, as inevitáveis, as desejadas e as procuradas.
Quando o medo de mudar surge pode se referir ao medo do desconhecido e surgir da nossa imaginação como por exemplo imaginar o quanto será difícil a adaptação a este novo emprego, namorado, bairro, estado civil, condição social,etc.
Também pode surgir da limitação em perceber o quanto o novo pode ser estimulante e motivador.
Algumas vezes percebi que as pessoas podem ter  uma tendência maior a perceber o negativo do que de perceber o que há de positivo. O que pode dar errado costuma ser visto com mais ênfase do que o que pode dar certo.
Porque? A evolução que mostrou que havia uma boa vantagem em observar com mais atenção o que poderia dar errado, este comportamento ajudou a sobrevivência em tempos primitivos. O homem das cavernas que sobreviveu aos ataques, fome, frio foi o que soube observar de onde vinha o perigo. Este sobrevivente deixou descendentes, e somos  nós. Os que não conseguiram olhar para o futuro com medo, olhar para as mudanças com desconfiança perdeu o jogo da sobrevivência.
A grande sacada para quem não mora mais em cavernas é perceber que não há mais necessidade de tanto medo , tanta ansiedade , as mudanças são muito favoráveis – agora são.

Quando a mudança seria para melhor

Também pode assustar. Mudar para melhor pode ser tão aterrorizante quanto não saber para onde a mudança leva. É possível que ainda assim associe-se mudança, mesmo que teoricamente positiva, ao desconhecido incerto.
Exemplo: “Estou mudando, ok, dizem que será muito bom esta promoção, ganharei mais, terei uma vaga na garagem da empresa, minhas opiniões serão ouvidas, mas…”. Este “mas” pode ser a chave, é ele que traz medo de mudar. É ele que diz que mudar não será tão bom assim.
Podemos considerar  que este medo pode ser  irracional,  mentiroso,  seu mecanismo de defesa que se desregulou e está acionando o alarme desnecessariamente.
Porque uma noiva costuma ficar muito nervosa? Porque tem um monte de novidades acontecendo ao mesmo tempo. Só a festa pode ser muito estressante. “E se não entregarem as flores certas? E se a comida estragar? E se os convidados não aparecerem?”

Dificuldade em largar um péssimo relacionamento

Isso pode ser  medo de mudar. Sair deste relacionamento onde já conhece todos os defeitos da pessoa e cair em possibilidades novas? Isso pode ser doloroso. Quanto mais você se prende á antiga rotina, só porque já a conhece, não significa que terá a melhor vida possível.

Medo de que os outros mudem

Parece que pior do que passar por mudanças é encarar as mudanças dos que nos são próximos. Acredito que todos mudam, mudam de idéia, de filosofia de vida, de endereço, de valores, mudam a cor do cabelo e o time para o qual torcem. Dar um novo olhar para a mesma pessoa pode ser muito difícil porque isso nos obriga a gerar mudanças em nós mesmos.

Encarando de forma mais leve o medo das mudanças

Uma possibilidade seria mudar os padrões de pensamento, pensar nas vantagens referente as mudanças e lutar para ser vitorioso em cada uma.
FONTE:http://www.marisapsicologa.com.br/medo-de-mudanca.html

Comentários

comentários

Redatora Casule
Redatora Casule
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marcar Consulta