inseguranca-psicologia-casule
Como lidar com a insegurança? (Vídeo Completo)
29 de novembro de 2018
como-emagrecer---nutrição---Marilana---Casule
Como emagrecer de forma rápida!
3 de dezembro de 2018

Influência do estresse na qualidade de vida

Estresse-na-influência-da-qualidade-de-vida---psicóloga-Mariana---Casule

Nosso equilíbrio mental está diretamente relacionado com a maneira que encontramos para lidar com as adversidades interpostas no cotidiano. De acordo com o modelo cognitivo-comportamental, nossas cognições influenciam nossas emoções e comportamentos, ao mesmo tempo em que nossos comportamentos podem afetar nosso padrão de pensamentos e emoção. Todo esse processamento cognitivo deveria funcionar de maneira saudável, resultando em comportamentos que interfiram positivamente nas conduções diárias, porém, devido a alguns transtornos, a crenças subjacentes ao indivíduo ou até mesmo a acontecimentos do dia a dia, pode ser que esse processamento resulte em uma forma desadaptativa, causando prejuízos imensuráveis.

Atualmente o estresse tem sido um grande fator desencadeador de respostas disfuncionais. As pessoas estão cada vez mais sujeitas a uma elevada carga de estresse associada principalmente às altas demandas do mercado de trabalho, ao espírito competitivo, à necessidade constante de capacitação e ao entendimento de que é preciso dar conta de tudo, sem deixar que uma só vírgula escape! Nessas condições, a situação de estresse pode interferir diretamente nas interpretações do indivíduo frente a realidade, alterando suas emoções e reações. Isto quer dizer, por exemplo, que uma pessoa está sujeita a apresentar diferentes afetos e comportamentos quando está sob estresse.

Sabendo disso, é importante estar atento aos sinais de estresse como queixas funcionais, mudanças no humor, irritabilidade, insônia, baixa libido, fadiga, entre outros. Estes efeitos cumulativos são prejudiciais ao funcionamento do organismo, ao processamento cognitivo, às relações interpessoais, ao bem-estar e à qualidade de vida como um todo. Se isto acontece, significa que há uma reação muito intensa ou que o agente estressor é muito potente.

Numa situação como essa se torna necessário o tratamento do estresse que terá o objetivo de identificar os estressores internos e externos, avalia-los e gerar alterações no estilo de vida do indivíduo através da mudança de hábitos e da reestruturação cognitiva, através da qual será possível aprender a lidar melhor com as diversas situações respondendo de maneira saudável mesmo às mais estressantes. A Terapia Cognitivo-Comportamental se destaca pelos resultados obtidos nesses casos.a

Comentários

comentários

Mariana Fonseca
Mariana Fonseca
Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental. Atende: Adolescentes, Adultos, Idosos, Casais, Famílias e Grávidas.

Os comentários estão encerrados.

Marcar Consulta