frustação - psicologia -casule

Por que me sinto tão frustrado(a)?

Atualizado em 03/05/2018
Por Cristina Daret

Por que me sinto tão frustrado(a)?

Atualizado em 03/05/2018
Por Cristina Daret
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Por que me sinto tão frustrado(a)?

Ao longo da nossa vida vamos passar por diversas situações que podem nos deixar frustrados, afinal nem sempre as coisas vão terminar como havíamos sonhado. E isso é normal! Os motivos que levam as pessoas a se sentirem frustradas são muitos e cada indivíduo irá reagir de uma forma diferente a este sentimento.

Talvez o mais importante não seja tentar não passar pelas – muitas vezes inevitáveis – frustrações, mas sim, não desistir diante de uma tentativa que não tenha dado o resultado esperado. Descobrir formas de não se deixar abater e recomeçar é o grande desafio que todos nós enfrentamos no nosso dia a dia.

Motivos para se sentir frustrado

Quando desejamos muito algo em nossa vida, nos planejamos para isso, investimos tempo na execução das tarefas necessárias para se alcançar o objetivo e criamos expectativas em relação àquela situação ou a uma pessoa. No entanto, não conseguir alcançar este objetivo após tanto esforço pode levar ao sentimento de incapacidade ou derrota e assim, podemos nos sentir frustrados.

Muitas vezes esse sentimento surge porque acreditamos que deveríamos ter apenas resultados positivos naquilo que almejamos, nos esquecemos de que não somos perfeitos e não é porque alguém próximo conseguiu algo que eu tenho que obter um resultado igual.

Outro motivo comum, é devido ao fato de que muitos pais, na intenção de proteger os filhos do sofrimento, acabam fazendo com que eles não passem por importantes experiências na infância, por exemplo, ter que lidar com o fato de não poderem ter algo, não poderem brincar naquele determinado momento ou perceberem que apesar de todo o esforço não conseguiram vencer em uma brincadeira. Desta forma, estas crianças, “correm o risco” de se tornarem adultos com uma tolerância a frustração muito pequena.

terapia-online-casule-banner

Quais são as reações mais comuns diante da frustração?

Com frequência percebemos que as pessoas que convivem com mais constância com o sentimento de frustração tem maior probabilidade de desenvolver a depressão, um sentimento de baixa autoestima, comportamentos mais agressivos e até – em algumas situações mais graves – pensamentos e ideias suicidas. Algumas reações são mais comuns entre as pessoas que passam por uma grande frustração e/ou não sabem lidar com elas.

Depressão: é esperado que fiquemos tristes quando não conseguimos conquistar algo que sonhamos e nos preparamos tanto. Mas algumas pessoas permanecem tristes e podem chegar, em alguns casos, ao quadro de depressão por acreditarem que não são capazes ou que as coisas jamais darão certo. Este tipo de pensamento pode fazer com que os indivíduos se sintam desanimados e deixem de continuar tentando por acreditar que nada dá certo.

Compensação: a sensação de frustração e incapacidade podem fazer com que o individuo busque situações que tragam alguma satisfação como forma de compensar o sentimento de tristeza que ele se encontra. Por vezes, essa compensação não ocorre de maneira saudável e a pessoa passa a se relacionar de forma negativa com a comida, a bebida e outras drogas.

Postergação: passar pela frustração de não atingir um objetivo que era muito esperado, não é fácil. Muitas vezes, em alguns casos até sem perceber, nós passamos a evitar aquela situação como uma forma de impedir que, ao fracassar novamente, sintamos a frustração outra vez. Por exemplo: eu sonho em passar para a faculdade de medicina. Já tentei algumas vezes e não consegui. O medo de passar pelos sentimentos de incapacidade, tristeza e frustração novamente, caso eu seja reprovada mais uma vez, podem fazer com que eu crie várias justificativas para não tentar mais o vestibular ou trocar de curso.

Raiva: a raiva é um sentimento muito comum entre as pessoas que passam pelas situações que geram frustração, e algumas vezes, por não saber como lidar com esses sentimentos acabam “descontando” nas pessoas que são mais próximas ou em algo material. Após esta reação não é incomum percebermos o sentimento de frustração e tristeza novamente, mas agora por não ter conseguido se controlar, pelo sentimento de culpa e remorso diante da sua reação.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Psicóloga, pós-graduada em Terapia Cognitivo Comportamental. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo
Casule Play

Por que me sinto tão frustrado(a)?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Por que me sinto tão frustrado(a)?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Cristina Daret, aqui no Blog.
Psicóloga, pós-graduada em Terapia Cognitivo Comportamental. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Por que me sinto tão frustrado(a)?.

0 comentários

5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

Entenda o caso: mulher flagrada com mendigo

A notícia do envolvimento de uma mulher com um morador de rua trouxe muita repercussão na mídia. A mulher foi extremamente exposta e o morador de rua infelizmente teve "dias de glória". Mas o que pode explicar esse surto que a mulher teve? Neste vídeo, a Dra. Cristiane Schumann levanta algumas hipóteses e explica o que é transtorno bipolar do humor com sintomas psicóticos, em estado hipomaníaco. Lembrando que o mais importante é que saúde mental da mulher seja reabilitada e as pessoas esqueçam rápido o que aconteceu e a ajude nesse processo de recuperação.
Leia mais

Perigo! Exercícios em excesso

Neste vídeo, a Dra Cristiane Schumann fala sobre vigorexia. Um transtorno onde já uma distorção da imagem corporal e a pessoa tende a se ver menos “forte” do que ela realmente é. Com isto, há uma necessidade constante por musculação, atividade física em busca de um corpo muscularmente perfeito.
Leia mais

A importância de dizer ‘não’

Você é o amigo bonzinho que diz sim pra todo mundo? Muitas pessoas apresentam essa dificuldade de dizer não e isso pode atrapalhar nossa vida de várias maneiras. Nesse vídeo eu vou te mostrar a a importância de dizer não e te ajudar a falar sim pra você mesmo!
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This