Mutismo Seletivo - casule

Mutismo Seletivo

Atualizado em 11/12/2017
Por Redatora Casule

Mutismo Seletivo

Atualizado em 11/12/2017
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Mutismo Seletivo

O mutismo seletivo é um transtorno psicológico que acomete crianças e é caracterizado pela recusa dessas crianças em falar em determinadas situações. Geralmente conseguem se expressar e se comunicar bem em alguns contextos, como em casa com os pais e irmãos, por exemplo, porém em algumas situações sociais maiores, ou na presença de adultos, ou desconhecidos se inibem completamente.

Crianças que sofrem de mutismo seletivo possuem total compreensão da linguagem e são plenamente capazes de falar com normalidade em locais onde se sentem seguras e confortáveis. O comportamento é realmente alterado em função da localidade em que estão, e não de dificuldades ou falhas de comunicação, por exemplo. Costumam apresentar dificuldade em olhar nos olhos, de se expressarem em público e muitas vezes não conseguem nem pedir para ir ao banheiro quando estão na escola.

Timidez excessiva, medo de constrangimento, apego, negativismo, isolamento e retraimento sociais, traços compulsivos também são características associadas ao mutismo seletivo.  Apesar de crianças com esse transtorno geralmente possuírem habilidades de linguagem normais, é possível que haja um transtorno da comunicação associado, embora nenhuma associação específica já tenha sido identificada e que isso não descarte, também, a presença da ansiedade.

terapia-online-casule-banner

O mutismo seletivo pode ser influenciado em função de diferentes fatores como genética; traços a própria personalidade da criança como timidez, vergonha ou preocupações excessivas; interações familiares e comportamento dos pais nos relacionamentos com os filhos; experiência negativa ou algum trauma como uma mudança brusca no estilo de vida ou um episódio de violência, por exemplo. Os sintomas costumam aparecer antes dos 5 anos de idade e em casos graves se não tratados podem desenvolver para um quadro de fobia social a partir da adolescência. Em certos casos, o mutismo seletivo pode servir como estratégia compensatória para reduzir o aumento da ansiedade em encontros sociais.

De acordo com o DSM-5, “a perturbação é com frequência marcada por intensa ansiedade social. As crianças com mutismo seletivo comumente se recusam a falar na escola, o que leva a prejuízos acadêmicos ou educacionais, uma vez que os professores têm dificuldade para avaliar habilidades como a leitura. O fracasso na fala pode interferir na comunicação social, embora as crianças com esse transtorno ocasionalmente usem meios não verbais (p. ex., grunhindo, apontando, escrevendo) para se comunicar e podem desejar ou ansiar pela participação em encontros em que a fala não é exigida (p. ex., papéis não verbais em peças teatrais na escola)”.

Os critérios de diagnóstico do mutismo seletivo de acordo com o DSM – 5 são:

  1. A. Fracasso persistente para falar em situações sociais específicas nas quais existe a expectativa para tal (p. ex., na escola), apesar de falar em outras situações;
    B. perturbação interfere na realização educacional ou profissional ou na comunicação social;
    C. A duração mínima da perturbação é um mês (não limitada ao primeiro mês de escola);
    D. O fracasso para falar não se deve a um desconhecimento ou desconforto com o idioma exigido pela situação social;
    E. A perturbação não é mais bem explicada por um transtorno da comunicação (por exemplo, transtorno da fluência com início na infância) nem ocorre exclusivamente durante o curso de transtorno do espectro autista, esquizofrenia ou outro transtorno psicótico.

Para o tratamento, deve ser conciliado o acompanhamento psicológico que auxiliará a criança a manifestar a fala, desenvolver importantes habilidades sociais e gradualmente iniciar o processo de exposição e também a participação dos pais, da família e da escola do paciente.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Mutismo Seletivo

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Mutismo Seletivo, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Mutismo Seletivo.

0 comentários

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

Tem dias que você acorda e não se sente satisfeito com o que é? Não consegue sentir orgulho do que faz e das suas conquistas? Tem dificuldade de enxergar seus pontos fortes e suas qualidades? Pois é, você pode estar com baixa autoestima e isso é muito comum de acontecer. Buscar meios para melhorar a autoestima é um grande passo. Seja através da leitura de um livro sobre o assunto, pesquisas, assistindo vídeos ou mesmo através da ajuda profissional.
5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

6 dicas para lidar com a traição

A descoberta de uma traição é capaz de transformar qualquer relacionamento amoroso, seja namoro ou casamento. A vida do casal pode mudar para melhor ou piorar consideravelmente, mas, com certeza, nunca mais será a mesma.
Leia mais

3 estratégias para controlar seu dinheiro

Ser positivo é algo muito bom, porém quando falamos de dinheiro, devemos ser realistas e conhecer bem a nossa própria condição financeira. Por isso, ter inteligência emocional nas finanças se torna algo tão importante.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Leia mais

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This