Compulsão emocional

Atualizado em 28/06/2016
Por Redatora Casule

Compulsão emocional

Atualizado em 28/06/2016
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Compulsão emocional

Alguns acham que a melhor forma de superar as dores é deixando de lado o sofrimento e não enfrentando os problemas emocionais. Dessa forma a pessoa se abandona, não olha para tudo aquilo que faz parte da sua história de vida.

Depois de alguns acontecimentos na vida, a pessoa pode ficar “fragmentada”. É como se algumas “partes” dela ficasse no passado, um pouco dela fosse “deixado e perdido” no tempo. Esse “jeito” de agir pode levar a pessoa se sentir incompleta, como se algo faltasse em sua vida.

A pessoa passa a sentir que não é dona do seu próprio “eu”.  Muitas vezes ela se vê de fora, como se assistisse sua vida passando, e de alguma forma ela não tivesse controle sobre aquilo, sem controle sobre si mesma. Quando se sente assim, é importante refletir:

terapia-online-casule-banner
  • Teve momentos difíceis na minha vida que eu não consegui superar? Quais são eles?
  • Eu “me acolhi e me dei colo” nesses momentos difíceis? Ou será que me deixei de lado?
  • Será que me permiti sentir as dores emocionais da época? Ou ignorei meus sentimentos e necessidades depois de tudo acontecer?
  • Existe uma parte de mim “perdida” no passado?

Refletir e resgatar o “eu” no passado não significa ficar remoendo e revivendo o sofrimento, mas sim aceitar e enfrentar os medos e as feridas emocionais.

O processo de resgatar o próprio “eu” deve ser por etapas, aos poucos, podendo ter o seu tempo para entender e achar formas de superar o que aconteceu. Respeitando o tempo para cicatrizar as feridas emocionais. Assim, a pessoa poderá se sentir mais segura e equilibrada, mais “completa” juntando os seus “pedaços” deixados no passado, superando e recuperando o seu “eu”.Normalmente a pessoa precisa de ajuda emocional para conseguir fazer isso, sendo o acompanhamento com o psicólogo indicado.

FONTE:/curitibapsicologa.wordpress.com/tag/compulsao-emocional/

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Compulsão emocional

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Compulsão emocional, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Compulsão emocional.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quando a rede social deixa de ser um prazer e impacta sua saúde emocional

Atualmente, as redes sociais são uma grande forma de interação social, nos conectando a amigos, familiares e pessoas do mundo todo. Auxiliam também na compra e venda de produtos, e contribuem para a disseminação de informações. Mas, mesmo com todas essas vantagens, as redes sociais também podem ser um ambiente bem tóxico.
Leia mais

AVALIAÇÃO PARA CIRURGIA BARIÁTRICA: entenda porque não pode ser realizada em uma única sessão

A avaliação para cirurgia bariátrica é um processo que consiste na utilização de diversas ferramentas para avaliar o paciente e possibilitar a elaboração do laudo. E como todo processo, não é viável ser realizado em uma única sessão, pois uma série de requisitos precisa ser cumprida para zelar pelo cuidado e segurança do paciente, além da fidedignidade do resultado.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This