Como organizar as finanças do casal

Como organizar as finanças do casal

Atualizado em 12/04/2021
Por Cristiane Schumann

Como organizar as finanças do casal

Atualizado em 12/04/2021
Por Cristiane Schumann
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Como organizar as finanças do casal

A primeira coisa que é importante saber é que não existe o que é o ideal para todas as pessoas, ou seja, não há uma forma adequada que vá se encaixar na vida de todos casais. Por isso, é importante que você e seu parceiro(a) conversem e estabeleçam qual vai ser a forma de organização financeira que vai ser melhor para o caso de vocês. Mas, há quatro formas principais para organizar a vida financeira do casal:

  • Tudo junto: existe uma única conta corrente ou conta salário onde ambos ao receberem o seu salário ou o seus ganhos colocam nessa conta. E, daí são pagas as contas da casa, investimentos e feito retiradas. Dessa forma, o dinheiro é dos dois independente do quanto um ou outro ganham. O ponto positivo disso é que traz muita unidade para o casal, pois não existe o que é meu e o que é seu. Na verdade, é tudo nosso e, sendo
    assim, nós estabelecemos as nossas prioridades, em quais projetos nós vamos aplicar o nosso dinheiro, as contas que serão pagas e como serão pagas. Além disso, quando é uma única conta bancária, as taxas ficam resumidas a apenas uma conta e o que seria a outra taxa pode ser usado para investir, para juntar para uma viagem ou para algum outro projeto comum. Já quando o casal tem contas separadas, os dois pagam taxas
    separadas, os dois pagam juros, os dois pagam a taxa para manutenção da conta. Contudo, o ponto negativo desse tipo de organização é que pode causar uma sensação de “injustiça” principalmente naquele que ganha mais ou se uma das partes gastam demais, pode levar o outro a se sentir um pouco prejudicado porque eu estou colocando ali todas as minhas finanças e o meu parceiro(a) está gastando além da conta.
  • Tudo separado: eu tenho o meu dinheiro, o meu parceiro(a) tem o dinheiro dele(a) ecada um paga metade das contas. Por exemplo, se vai a um restaurante é dividido metade-metade, se vai fazer uma viagem é metade-metade. O ponto positivo dessa forma de organização financeira é a sensação de “justiça”. Então, é tudo justo, pois se nós fazemos juntos, se gastamos juntos, se usufruímos juntos dessa situação, então vamos dividir. O ponto negativo é que quando há uma discrepância de ganhos entre o casal, pode ser que os projetos deles não sejam realizados. Por exemplo, vamos supor que uma pessoa ganha x e seu parceiro(a) ganha 2x. Aquele que ganha mais tem condição de fazer uma viagem internacional, trocar de carro, ir a um restaurante melhor. Mas, para aquela parte que ganha menos fica difícil para ele(a) dividir esses gastos.
  • Proporcional: se um ganha x e o outro 2x, as contas são divididas nessa proporção. Supondo que uma conta de luz dê R$ 100,00, o que ganha 2x vai pagar o dobro daquele que ganha x. O ponto positivo também é a sensação de justiça, pois eu contribuo com aquilo que eu posso e os R$ 33,00 que eu estou dando para pagar essa conta é a proporção do que eu ganho, do que eu tenho para investir na nossa vida e, portanto, é tão valioso quanto os R$ 66,00 do meu parceiro(a). O ponto negativo é que mesmo sendo proporcional, às vezes aquela pessoa que ganha vai ficar com a sensação de injustiça, pois se por exemplo a parte que ganha menos quer muito viajar e não é um desejo do que ganha mais, além de estar realizando um desejo do outro, ainda vai pagar mais do que ele(a) que estará realizando o próprio desejo. Mas, nada que uma boa conversa, um alinhamento de expectativas, uma definição de prioridades, expor o que eu estou sentindo e como podemos resolver esse problema da forma mais consensual possível não resolva.
  • Tudo misturado ou “sem regras”: não existe nenhuma definição se vai ser metade, se vai ser proporcional, se é tudo junto ou separado. O casal vai definindo de acordo com as circunstâncias e/ou de acordo com o que é melhor para eles naquele momento. Se eu quero comprar algo, eu trato o meu dinheiro como meu. Se vamos fazer alguma coisa juntos, eu trato como se fosse tudo junto. Além disso, ainda tem a opção de parte do meu salário é só minha e a outra parte vai para uma conta única onde ali é nosso.

Dessa forma, cabe ao casal conversar e resolver qual a forma que melhor se adapta à
realidade de vocês.

Terapia Casule

A Casule é uma clínica que pensa na sua saúde e no seu bem-estar que atende de forma presencial e online. Isso faz que possamos cuidar de pessoas em qualquer parte do Brasil e do Mundo!

terapia-online-casule-banner

Venha nos conhecer! Marque uma conversa com nossos terapeutas clicando aqui!

Curtiu o texto? Fica a vontade para relaxar com a gente, conheça nossos áudios de relaxamento, é GRÁTIS!

Compartilhe também a Casule em suas redes sociais, InstagramFacebook e Youtube.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Como organizar as finanças do casal

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Como organizar as finanças do casal, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Cristiane Schumann, aqui no Blog.
Doutora e Mestre em Saúde, Especialista em Terapia Cognitivo-comportamental, Especialista em Políticas e Pesquisas em Saúde Coletiva. Atende: Adolescentes, Adultos, Idosos, Casais, Famílias e Grávidas. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Como organizar as finanças do casal.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas para melhorar a concentração

A técnica de autoinstrução é utilizada na psicoterapia para ampliar a atenção em certos eventos, diminuir a impulsividade e aumentar o controle verbal para pessoas que possuem TDAH ou outras demandas.
Leia mais

Como desenvolver o autoconhecimento

O autoconhecimento é muito importante em todos os aspectos da nossa vida. Por isso, nesse vídeo eu trouxe alguns pontos que podem te ajudar a desenvolver o autoconhecimento.
Leia mais
Como desenvolver o autoconhecimento

Sinais de um relacionamento abusivo

Quando conhecemos alguém no início tudo são flores e amores, porém, com a convivência vem as brigas, os desentendimentos, as discordâncias... Mais até aí tudo bem, afinal, todo relacionamento tem dessas coisas, não é mesmo?
Leia mais
Aprenda a identificar um relacionamento abusivo

4 dicas para criar mais intimidade no seu Relacionamento

A intimidade nos relacionamentos é o resultado de uma série de interações entre duas pessoas onde são reveladas informações pessoais sobre aspectos centrais de suas vidas, ao mesmo tempo que ocorre uma atitude de validação e acolhimento por parte de quem recebe essas informações.
Leia mais
intimidade no relacionamento

Família tóxica: será que você vive em uma?

Viver com familiares tóxicos trazem diversos problemas a nossa saúde, muitas vezes são pessoas negativas que agem "sem perceber" e que acabam com nossa saúde mental. Neste vídeo, trouxe estratégias para te ajudar a conviver com uma família toxica.
Leia mais
Familia tóxica BLOG

Hipocondria

Você sabia que existe um Transtorno de Ansiedade apenas pelo medo de adoecer? É o que chamamos de Hipocondria!
Leia mais
hipocondria
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This