Como a terapia cognitivo-comportamental pode ajudar?

Como a terapia cognitivo-comportamental pode ajudar?

Atualizado em 19/02/2020
Por Redatora Casule

Como a terapia cognitivo-comportamental pode ajudar?

Atualizado em 19/02/2020
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Como a terapia cognitivo-comportamental pode ajudar?

A terapia cognitivo-comportamental é um modelo clínico da psicologia com base na visão cognitivista de funcionamento mental. O movimento cognitivista apresenta o processamento de informação como base do nosso entendimento sobre o mundo e condicionante de nossas respostas emocionais e comportamentais.

 Dessa forma, tal abordagem psicoterapêutica entende que a forma como organizamos informações sobre nós mesmos, sobre o mundo físico e social, sobre as relações e sobre o futuro passam a funcionar como um mapa, guiando as interpretações, automáticas ou deliberativas, e a partir delas criamos padrões emocionais e comportamentais. A formação cognitiva citada ocorre como forma de interação com o mundo, bem como adaptação e adequação ao contexto. Quando há distorções nessas percepções, prejuízos e sofrimentos podem ocorrer, alterando a condição psicológica. 

terapia-online-casule-banner

A terapia cognitivo-comportamental busca entender o mapeamento cognitivo, os significados atribuídos aos eventos e pessoas (o que chamamos de crenças) e os impactos gerados na forma de resposta dentro dos contextos. Ela propõe alterações dos esquemas já montados, a fim de alterá-los a partir de reavaliações das evidências e informações registradas. Novas crenças permitem novas interpretações e interações diferentes com o evento, e através da flexibilidade desenvolvida, novas formas de reações diante de algumas situações. 

Além disso, o desenvolvimento de algumas habilidades pode potencializar o processo de mudança, aumentando as possibilidades de ação e explorando capacidades cognitivas limitadas por determinada condição psicológica, como por exemplo as habilidades sociais, resolução de problemas, regulação emocional, etc. Sendo assim, não apenas a mudança dos esquemas cognitivos automatizados são foco das intervenções, mas também o desenvolvimento de funções que podem fortalecer novos comportamentos. 

De forma geral, a terapia cognitivo-comportamental trabalha com a reestruturação dos esquemas de crenças, que nos permitem entender os eventos, com o desenvolvimento de habilidades importantes e a forma de entender e regular os estados emocionais. Assim, colabora com a capacidade de autopercepção e desenvolvimento constante para melhor lidar com determinados contextos, sejam eles internos ou externos.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Como a terapia cognitivo-comportamental pode ajudar?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Como a terapia cognitivo-comportamental pode ajudar?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Como a terapia cognitivo-comportamental pode ajudar?.

0 comentários

Como tratar a Fobia Social
Como tratar a Fobia Social

Como tratar a Fobia Social

A ansiedade ou fobia social é quando a pessoa no contato social, no contato com o outro tem o seu objeto fóbico de medo, de ansiedade. Assim, qualquer circunstância que ela precise se expor a uma situação social desde as mais simples, como por exemplo, cumprimentar alguém, fazer ou receber um elogio, ela já sente uma ansiedade extrema e com sintomas físicos.
Fome fisiológica versus Fome emocional
Fome fisiológica x Fome emocional

Fome fisiológica x Fome emocional

Não é incomum se deparar com situações e períodos estressantes na vida da maioria das pessoas e uma das primeiras consequências é sair da dieta. Por essa razão a fome fisiológica (homeostática) muitas vezes pode ser confundida com a fome emocional (hedônica). E como diferenciá-las?

O tripé da Autoestima?

Autoestima é um dos assuntos mais falados no momento. E, apesar de aparecer sempre muito atrelado à autoimagem (forma como o indivíduo se enxerga), ela é muito mais que isso.
Leia mais
O tripé da Autoestima

Dicas para lidar com a insônia

Você sabia que os nossos comportamentos e atitudes durante o dia estão totalmente ligados com o nosso sono? Por isso, nesse vídeo, abordei quais são os tipos de insônia, e sugeri algumas mudanças para que você pode adaptar a sua rotina, e como consequência, melhorar a qualidade do seu sono.
Leia mais
Dicas-para-lidar-com-a-Insônia

Objetivos da Orientação Profissional

A Orientação Profissional é um processo de avaliação que auxilia qualquer pessoa, independente da idade, a escolher uma faculdade ou um curso profissionalizante, e até mesmo mudar de carreira.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This