As escolhas amorosas não são feitas por acaso

Atualizado em 07/05/2015
Por Redatora Casule

As escolhas amorosas não são feitas por acaso

Atualizado em 07/05/2015
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

As escolhas amorosas não são feitas por acaso

 

Por Kelly Paim, Psicóloga na Wainer Psicologia Cognitiva

Muitas pessoas se questionam sobre os motivos de escolhas amorosas erradas e que, geralmente, acabam sendo repetidas ao longo da vida. Além disso, não é rara a experiência de iniciar um relacionamento que parece satisfatório, mas que com o passar do tempo se direciona para uma dinâmica conjugal destrutiva, onde as mesmas insatisfações de outros relacionamentos do passado são sentidas.
Jeffrey Young, criador da Terapia do Esquema, explica que a busca pela manutenção de padrões aprendidos nas relações primárias, principalmente com os cuidadores, é um componente fundamental na escolha amorosa. Isso acontece em um nível muito mais emocional do que racional, o que pode ser entendido por “química” da atração. O autor salienta que a coerência cognitiva e perpetuação de esquemas mentais levam a uma forte atração por relações que mantenham sensações e crenças já existentes em nós (crenças sobre si mesmo, sobre outros e sobre as relações). Com isso, as escolhas amorosas e a permanência em relacionamentos danosos, por exemplo, podem estar baseadas na química que é sentida pela ativação de um ou mais esquemas mentais disfuncionais, que são formados por crenças profundas e sensações decorrentes, principalmente, de experiências nocivas na infância e adolescência com figuras parentais ou com outras relações significativas.
A dinâmica conjugal tende a acontecer de forma que contribua para a manutenção desses esquemas disfuncionais. Situações vivenciadas no relacionamento (situações gatilho) desencadeiam uma interação esquemática entre o casal, que pode aparecer como um padrão autoperpetuado e destrutivo, envolvendo um ciclo complexo de respostas cognitivas, comportamentais, emocionais e biológicas (Yoosefi et al., 2010). Deste modo, uma espécie de ciclo esquemático de ativações de respostas emocionais, cognitivas e comportamentais infantis pode estabelecer uma interação destrutiva entre o casal. Como uma espécie de círculo vicioso, a utilização de estratégias de enfrentamento desadaptativas frente às insatisfações sentidas no relacionamento não permite que as necessidades emocionais sejam compreendidas e satisfeitas na relação.
Por outro lado, Young (1990) entende que as relações íntimas, quando conseguem ser satisfatórias, podem ter um papel fundamental na cura dos esquemas disfuncionais. Com isso, um objetivo importante na terapia individual focada nos esquemas é ajudar os pacientes a realizarem escolhas amorosas mais saudáveis e que consigam modificar um padrão de relacionamento prejudicial. Já a terapia conjugal pode ajudar os parceiros a identificarem e reprocessarem as emoções relacionadas aos esquemas, desenvolvendo estratégias saudáveis para alcançarem suas necessidades emocionais infantis e adultas na relação atual.

terapia-online-casule-banner

FONTE:http://wainerpsicologia.com.br/blog/?p=496

 

 

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

As escolhas amorosas não são feitas por acaso

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre As escolhas amorosas não são feitas por acaso, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: As escolhas amorosas não são feitas por acaso.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas para melhorar a concentração

A técnica de autoinstrução é utilizada na psicoterapia para ampliar a atenção em certos eventos, diminuir a impulsividade e aumentar o controle verbal para pessoas que possuem TDAH ou outras demandas.
Leia mais

Como desenvolver o autoconhecimento

O autoconhecimento é muito importante em todos os aspectos da nossa vida. Por isso, nesse vídeo eu trouxe alguns pontos que podem te ajudar a desenvolver o autoconhecimento.
Leia mais
Como desenvolver o autoconhecimento

Sinais de um relacionamento abusivo

Quando conhecemos alguém no início tudo são flores e amores, porém, com a convivência vem as brigas, os desentendimentos, as discordâncias... Mais até aí tudo bem, afinal, todo relacionamento tem dessas coisas, não é mesmo?
Leia mais
Aprenda a identificar um relacionamento abusivo

4 dicas para criar mais intimidade no seu Relacionamento

A intimidade nos relacionamentos é o resultado de uma série de interações entre duas pessoas onde são reveladas informações pessoais sobre aspectos centrais de suas vidas, ao mesmo tempo que ocorre uma atitude de validação e acolhimento por parte de quem recebe essas informações.
Leia mais
intimidade no relacionamento

Família tóxica: será que você vive em uma?

Viver com familiares tóxicos trazem diversos problemas a nossa saúde, muitas vezes são pessoas negativas que agem "sem perceber" e que acabam com nossa saúde mental. Neste vídeo, trouxe estratégias para te ajudar a conviver com uma família toxica.
Leia mais
Familia tóxica BLOG
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This