dicas-de-cafe-da-manha-nutricao-casule
Dicas de café da manhã (vídeo completo)
9 de março de 2018
o-que-é-hipocondria-psicologia-casule
O que é Hipocondria?
10 de março de 2018

O Autoconhecimento e o Poder do “Conhece-te a ti mesmo”

O-Autoconhecimento-e-o-Poder-do-“Conhece-te-a-ti-mesmo”-coaching-casule

A expressão “conhece-te a ti mesmo” é a definição mais simples do autoconhecimento. Eu acredito que quanto mais me conheço, mais tenho a capacidade de me curar e de me potencializar. E isso coopera ativamente para o meu empoderamento. Essa filosofia é verdadeiramente poderosa e muito significativa na minha vida, pois vivo tudo isso diariamente.

Experimento o desenvolvimento desse pensamento com a minha família, amigos, colaboradores e alunos durante minhas atividades de trabalho e em todos os treinamentos, palestras e cursos que ministro. Com essas atividades, eu descubro novas possibilidades em mim mesmo, intensifico e potencializo o meu eu interior. Além disso, fico em constante redescoberta de maneiras que me tornam um ser humano e de luz cada vez melhor.

 

O que é se conhecer por dentro

 

O autoconhecimento é uma profunda investigação interna de características, desejos, medos, habilidades e sonhos. Não é apenas saber o que compõe nossa personalidade, mas também aqueles as virtudes e os elementos sabotadores que podem estar escondidos. A principal intenção é a evolução incessante: compreender quais são os pontos para se desenvolver e quais são aqueles que devem ser controlados, pois não estão ajudando.

 

Conhece-te a ti mesmo e tenha benefícios

 

Praticar o conhecimento de si mesmo é um know-how (“saber como”, em português) que capacita a percepção que temos de nós mesmos. Quanto mais nos entendemos, mais nos aprimoramos e nos conectamos com a nossa essência. Saber como somos no mais profundo de nosso ser é uma forma de criar honra, amor e respeito pela luz e sombra que nos formam.

Esse estudo interno denso é determinante para que saibamos atuar como dono das próprias decisões e escolhas e para que sejamos condutores do próprio caminho. Só dessa maneira, é possível direcionar forças para evoluir e caminhar ao encontro do que você tem de melhor e a transcender os pontos que precisam ser aperfeiçoados.

Uma famosa frase do livro “O Pequeno Príncipe”, escrito por Antoine de Saint-Exupéry, define bem a necessidade de entender a si mesmo: “É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros.”. E não é verdade, pessoa querida? A autocorreção de características sabotadoras só é possível quando há esse entendimento. Sem arrogância e com humildade é possível encontrar o que há de errado com nós mesmo. Sem esse progresso é provável que fiquemos dando voltas e voltas com coisas que podem ser irrelevantes. É perda de tempo, gasto de energia e falta de foco.

Toda ação está em contexto, pois há sempre algum acontecimento agradável ou desagradável por trás dos comportamentos. Para direcionar e domar corretamente as emoções e equalizar o nosso comportamento com práticas assertivas é fundamental conhecer melhor a si mesmo.

Essa consciência é essencial para a vida profissional e pessoal. Imagine como é mais fácil lidar com problemas no ambiente de trabalho. Afinal, não haverá desespero para resolver uma situação desconfortável se você já sabe quais características possuem que podem ajudar s solucionar o que não está certo. Mais do que isso: ter a humildade de pedir ajuda para a pessoa certa, caso seja necessário.

 

O poder do autoconhecimento

 

Nas circunstâncias que enfrentamos os nossos maiores segredos, medos e alegrias, o autoconhecimento é um aliado poderoso e eficiente que ajuda a domar os impulsos desordenados, proporcionando um maior equilíbrio de nossas emoções. Saber o fundamento das ações e reações que praticamos mostra o quanto temos conhecimento do que sentimos e domínio sobre as nossas atitudes.

Ter conhecimento de si próprio é como se olhar a cada momento com uma lupa e perceber os detalhes invisíveis aos olhos nus. O autoconhecimento é aprofundar a forma que olhamos para nós mesmos, porque cada ser humano tem uma dualidade própria, construída a partir dos seus valores, crenças e experiências de vida. Olhar com clareza é reconhecer qual é o seu limite e quem você é de verdade. É algo transcendental, porque você sai da superficialidade e mergulha profundamente em sua essência, nas suas maiores capacidades e limitações.

 

Conhece-te a ti mesmo

 

Há mais de dois mil anos, o filósofo Sócrates disse “conhece-te a ti mesmo” e isso é uma reflexão importante até hoje. Essa é a única maneira como você se conhece através dos sentidos e de tudo aquilo que exterioriza em palavras, gestos e ações. É a chave para assumir o que já possui de extraordinário e o que ser melhorado e unir essas duas capacidades para alcançar sonhos.

É nesse momento que voltamos às questões centrais da humanidade, tais como: “Quem sou eu?”, “Por que o mal existe?”, “O que é a vida e o que posso fazer dela?”, “Qual o sentido da minha existência?” e “O que posso deixar de bom para as pessoas que convivem comigo?”.

Todas estas questões existenciais e filosóficas dão uma abertura para que a pessoa passe a analisar seu próprio estado de vida. São os argumentos universais que há séculos despertam a curiosidade de saber mais sobre nós mesmos e sobre o mundo.  É no autoconhecimento que o ser humano passa a se observar e a se importar como as práticas exteriores, ou melhor dizendo, com o que comunica ao mundo por meio dos seus comportamentos e valores.

Mas para que tudo isso?

 

Dentro do autoconhecimento, importar-se consigo mesmo não é algo voltado somente para o próprio umbigo, vai muito além. É uma percepção da importância que temos nos grupos aos quais pertencemos.

Quais e como são as atitudes e os seus reflexos? Qual é a postura que você tem nas mais diversas situações? O que causa felicidade, amor, tristeza, euforia e raiva em você? O que faz você levantar de manhã? Saiba que o autoconhecimento é a solução para todas essas questões, pois nos deixa bem mais fortes e mais seguros sobre a nossa condição enquanto seres humanos em evolução.

O autoconhecimento faz parte de um processo de mudança, da alteração de mindset, da transformação do pensamento, da descoberta da auto capacidade de utilizar os pontos fortes e os pontos de melhorias a favor do crescimento pessoal e humano.  Use-o a seu favor e permita-se ir além!

Deixe seu comentários e compartilhe esse artigo nas redes sociais!

Copyright: 319263485 – https://www.shutterstock.com/pt/g/vmelinda

Fonte: http://www.jrmcoaching.com.br/blog/o-autoconhecimento-e-o-poder-do-conhece-te-a-ti-mesmo/

Comentários

comentários

Tiago Curcio
Tiago Curcio
Life Coach e palestrante que admira e vive a área de performance, acrescenta em suas sessões o melhor da Programação Neurolinguística. Adora ficar com a família, pedalar, meditar e caminhar ouvindo audiobook ;)

Os comentários estão encerrados.

Marcar Consulta