fbpx
Download [ebook] desafios da mulher moderna casulePowered by Rock Convert

Você sabia que todo profissional tem sua própria escala de satisfação no trabalho? Aliás, você sabe o que é isso? De acordo com Siqueira (1985) existem sete tipos de satisfações diferentes que um colaborador pode ter com sua empresa e no ambiente onde ele trabalha diariamente.

Estes níveis variam de 7 (Totalmente Satisfeito) a 1 (Totalmente Insatisfeito) e dizem muito sobre sua motivação, comprometimento e ao reconhecimento dado a ele pela organização, por exemplo. Portanto, quanto mais satisfeito maior é a pontuação da escala e quanto menor, maior é o seu descontentamento.

 Níveis de Escala de Satisfação no Trabalho

  • Satisfação com o trabalho executado;
  • Satisfação com colegas de trabalho;
  • Satisfação com promoções de cargos;
  • Satisfação com os líderes;
  • Satisfação com o salário recebido.

Para chegar a estes resultados, os funcionários são convidados a responder um questionário onde devem avaliar a qualidade de suas relações interpessoais no trabalho: com seus gestores e colegas, o contentamento com o salário que recebe, bem como com as tarefas que executa e com as promoções dadas ou não pela empresa.

Totalmente satisfeito; Satisfeito; Muito satisfeito; Insatisfeito e Totalmente insatisfeito: são exemplos de perguntas de escala que medem e analisam o índice de satisfação dos profissionais.

Mas, é possível mensurar a satisfação dos colaboradores? Quais são os fatores que atestam a satisfação profissional? Vale destacar que a satisfação dos profissionais não está atrelada exclusivamente a questões financeiras. Para traçar a escala de satisfação de seus colaboradores, fique atento aos fatores que seguem abaixo.

Traçando a escala de satisfação dos colaboradores

1- Faça pesquisa sobre clima organizacional

Trabalhar em um ambiente amigável, respeitoso e produtivo contribui positivamente para que os colaboradores executem suas tarefas com mais disposição. Um clima organizacional com essas características traz maior satisfação para quem faz parte da empresa. Portanto, pesquise e levante informações para mapear o clima organizacional da sua empresa.

2- Avalie os processos de gestão

É importante conhecer se os processos possuem fluidez e eficiência. Identifique os pontos de melhorias e os pontos positivos. Se atente também ao gerenciamento destes processos. Aproveite o momento para verificar se o gerenciamento destes processos é realmente eficaz para todos os departamentos da empresa. Tudo isso refletirá na satisfação dos colaboradores.

3- De olho na estrutura

Garantir um espaço físico que atenda às necessidades dos colaboradores é primordial para a satisfação no ambiente de trabalho. Verifique se as áreas comuns da empresa são confortáveis ou se necessitam de melhorias. É importante avaliar também se softwares e hardwares estão atualizados e prontos para as atividades. Cadeiras, mesas e outros materiais que façam parte da rotina de trabalho dos colaboradores também devem ser avaliados.

Importante dizer que estas questões devem ser avaliadas constantemente. Uma gestão de sucesso é aquela que foca em resultados e também na satisfação daqueles que contribuem para o alcance destes resultados: os colaboradores.

Veja como o líder pode gerar a satisfação em seus colaboradores:

– Formar: O bom líder: incentiva e facilita para que o colaborador estude. No dia a dia, faz com que os integrantes da equipe ganhem experiências relevantes.

– Informar:Ele mantém cada um informado sobre seus objetivos e meios, a qualidade do trabalho feito e o que é preciso mudar.

– Delegar: Permite que os integrantes da equipe assumam novas responsabilidades e desafios adequados.

– Defender: Assume responsabilidades e mostra-se parte da equipe frente à empresa e aos superiores.

– Animar: Mantém um ambiente leve e animado. Age com educação e atenção real às necessidades de cada integrante da equipe.

Essas dicas são fundamentais para que o líder esteja preparado para atender os anseios da sua equipe, gerando a satisfação a o melhor desempenho de cada colaborador.

A Importância da Satisfação no Trabalho

Para que os profissionais consigam ter um bom desempenho na empresa em que trabalham é essencial que além de sua motivação interna, haja também uma estrutura que lhes permita desempenhar bem seu papel, que tenham relações positivas com seus pares e superiores, condições de crescimento e o reconhecimento profissional e financeiro que buscam.

Sem este conjunto poderoso de elementos, por melhor e mais resiliente que seja o colaborador, dificilmente ele se sentirá motivado a dar à empresa o que ela quer. Claro, para que tudo flua da melhor maneira possível, é essencial que ambos os lados estejam bem alinhados, ou seja, que tanto à organização como os seus funcionários façam a sua parte!

Na prática, isso quer dizer que a empresa deve oferecer condições de trabalho adequadas aos seus profissionais, possibilidades de crescimento, ter uma cultura organizacional que priorize boas relações e que também deve gerenciar seu capital humano de forma assertiva, dando a eles a motivação necessária a que desenvolvam muito bem seu trabalho.

Já os colaboradores também precisam corresponder às expectativas da organização, ou seja, fazer sua parte para se relacionar positivamente com seus colegas e líderes, focar em ter um bom desempenho nas tarefas, em mostrar seu potencial e criar as oportunidades de ascensão e recompensa financeira que busca.

Pensando nisso, listei abaixo algumas ações que podem contribuir positivamente para esta questão. Veja como:

Foco

Um profissional focado e comprometido com seu trabalho sofre menos interferências negativas do ambiente. Com isso, consegue ter ainda mais qualidade de vida em um dos lugares onde passa grande parte de sua existência.

Fofocas não!

Conversas fúteis sobre a vida dos colegas e superiores só alimentam um ambiente hostil. Assim, é importante afastar-se delas e procurar eliminar esta conduta do dia a dia, visto que isso tem o poder de prejudicar não só o colaborador, como também a empresa como um todo. Dessa maneira, é essencial resistir à tentação e dizer, definitivamente, não à fofoca.

Trabalhar bem em equipe

O trabalho em equipe é uma das principais habilidades exigidas pelas empresas e também uma das melhores maneiras de garantir a qualidade de vida no trabalho. Dessa forma, o profissional que deseja trabalhar em um bom ambiente, pode e deve colaborar com seus colegas e buscar aprender com eles também.

Prazos e horários

Atender as demandas com qualidade e cumprir prazos e horários evita estresses entre colaboradores e gestores, que podem, com isso, questionar o desempenho dos profissionais da empresa. Assim, é necessário que o funcionário evite ao máximo quaisquer tipos de atrasos, para que tenha condições de reivindicar melhores formas de trabalho e para que tenha também ainda mais qualidade de vida na empresa.

Relações interpessoais

Manter boas relações interpessoais com os colegas e superiores torna o ambiente melhor e mais favorável para a execução das atividades profissionais.

Assim como no aspecto pessoal, a QVT é essencial para o desenvolvimento dos colaboradores, tanto dentro como fora do ambiente da empresa. Neste sentido, é importante salientar o papel social das organizações também na formação de cidadãos mais conscientes de seu papel na sociedade.

Como empresário ou profissional, busque sempre fazer a sua parte para fazer com que a sua escala de satisfação no trabalho e a de sua equipe estejam sempre em alta. 

Para você, como a Qualidade de Vida no Trabalho pode contribuir com a sua organização? Use o espaço abaixo para me contar a sua experiência e a sua opinião sobre o assunto. E se este conteúdo te ajudou de forma positiva e você acredita que poderá ajudar outras pessoas também, curta e compartilhe em suas redes sociais.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/como-funciona-a-escala-de-satisfacao-no-trabalho/

Download [ebook] desafios da mulher moderna casulePowered by Rock Convert

Share This