Anorexia
21 de outubro de 2014
12 Formas de melhorar a sua vida
23 de outubro de 2014

 

Você é uma daquelas pessoas que:

• Vive dizendo sim para o seu chefe por medo da retaliação ou de perder o emprego?

• Muda todo o seu trajeto para dar carona a alguém?

• Fica horas ao telefone ouvindo uma amiga se lamentar, enquanto uma pilha de trabalho inacabado espera por você sobre a mesa?

• Vive emprestando dinheiro e nunca recebe de volta?

• Continua um relacionamento falido por medo de magoar seu parceiro?

• Passa mal de tanto comer, só porque a sua avó cismou que você tinha que repetir a macarronada três vezes e ainda comer a sobremesa?

Por que você faz isso consigo mesmo?

Dizer não pode ser estressante, mas não dizê-lo pode ser pior ainda!

Há pessoas que, por medo de dizerem não, vendem suas casas, fazem a faculdade errada só para agradarem seus pais, compram o carro que não queriam ter só para exibirem o mesmo status dos

colegas e se sentirem fazendo parte da turma, acabam com seus relacionamentos porque a família não aceita a pessoa que amam, mudam de cidade para agradar a pessoa amada, comem o que não

podem, bebem o que não devem…

Infelizmente, a maioria das pessoas dá muita importância à opinião dos outros e não suporta a ideia de ver a expressão das pessoas contrariadas ao ouvirem o seu “não”! Mas por que isso acontece?

As crianças aprendem desde cedo que suas opiniões, atitudes e comportamentos não costumam valer muita coisa e, sem perceberem, podem chegar à vida adulta duvidando de si mesmas, buscando a

aprovação e o afeto dos outros, agindo de forma a agradá-los e, infelizmente, desagradando-se na maioria das vezes. Em geral, são crianças que crescem em um lar com muitas críticas, brigas, conflitos ou

comentários negativos a seu respeito: “você é burro”, “não sabe fazer nada direito”, etc. E como elas só descobrem o seu valor a partir do conceito daqueles em quem ela confia, se essas pessoas não lhe

dão um feedback positivo, elas crescem acreditando que não tem valor algum, passando a agir de forma a agradar os outros e assim se sentirem queridas por eles, justamente porque seu próprio conceito

é ruim e sua autoestima é baixa.

Por medo de parecerem antipáticas ou de imaginarem que as pessoas deixarão de gostar delas se eles disserem não, aqueles que não sabem dizer não acabam sendo vistos como disponíveis sempre

para fazer tudo por todos!

Ou seja, quem não sabe dizer não imagina-se como uma boa pessoa, mas os outros a veem como boba, explorando-a sempre que for possível.

E como falar não? Pense!

• Você prefere desagradar a si mesmo para agradar alguém? Por que?

• Se é contra a sua vontade ou os seus ideais, qual é a sua dificuldade em dizer não?

• Diga não com educação e gentileza! Certamente a outra pessoa vai entender. E, se ela não entender, continue no seu foco e não se deixe levar pelos argumentos dela que tem como objetivo fazer você

dizer sim;

• Se você precisar expor os motivos do seu não, seja sucinto e concentre-se nisso: esse não é o momento para você dizer o que pensa sobre a pessoa!

• Siga até o fim com sua decisão! Dizer não e voltar atrás pode ser pior do que negar logo de início.

Entenda que é impossível que todas as pessoas gostem de você: sempre haverá alguém que não vai gostar de você, independente do que você fizer para agradá-la! O importante mesmo é fazer as

pessoas respeitarem você como você é! Quem nunca diz não, não costuma ser respeitado pelos outros a sua volta.

E, se você ainda continuar com dificuldade em dizer não, procure um(a) psicólogo(a) de sua confiança e faça um tratamento psicológico para aprender a respeitar a si mesmo em primeiro lugar!

Comentários

comentários

Redatora Casule
Redatora Casule
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marcar Consulta