Síndrome de Burnout: você já ouviu falar?
18 de março de 2015
Transtorno de Humor [Vídeo]
23 de março de 2015

Terapia infantil: saiba quando procurar ajuda para seu filho

O que é terapia infantil?

A Terapia Infantil é uma prática da psicologia dirigida ao atendimento a crianças que tem como objetivo favorecer o bem estar físico e mental da criança, além de sua qualidade de vida e de sua família. Esta modalidade terapêutica conta com recursos lúdicos a fim de abordar o mundo infantil, considerando as necessidades particulares e os aspectos especiais das crianças. As estratégias lúdicas contam com histórias, desenhos, colagens, pinturas e jogos, de acordo com a idade de cada criança e suas particularidades, a fim de criar um ambiente em que a criança se sinta a vontade e segura.

Tem-se como referencial o sofrimento da criança e como objetivo ajudá-la a encontrar caminhos para sentir-se melhor. Na terapia infantil se encontra o espaço onde a criança é ouvida e acolhida, podendo expressar seu universo íntimo aprendendo a entender seus sentimentos e emoções, como raiva, amor, rancor, saudade, tristeza, frustração, medo e ansiedades.

A criança tende a construir um mundo de fantasia que desperta sentimentos de medo, insegurança e ansiedade, que precisam ser expressos para serem compreendidos e resinificados. Conhecer a criança e seu mundo a auxilia a construir sua personalidade e ativar sua percepção de futuro, como estar trabalhando para construir seu futuro “eu”. Sonhos, imagens, desejos, desenhos e imaginações são de extrema importância e significância para o processo terapêutico infantil.

Quando devo procurar um terapeuta infantil?

São inúmeras as razões que levam pais ou responsáveis a procurar terapia para suas crianças. Podemos destacar o baixo rendimento escolar, comportamentos agressivos, timidez, enurese noturna, hiperatividade, dificuldades de interagir com outras crianças ou familiares, depressão, obesidade, separação dos pais, problemas no ambiente familiar, ansiedade exagerada, problemas para dormir sozinho, dificuldades na aprendizagem e em acompanhar a rotina escolar, entre outras.

Nestes casos a terapia irá auxiliá-la, com a metodologia adequada, na aquisição de novos comportamentos eficientes para lidar com as situações geradoras do estresse emocional, e assim, o terapeuta através de sua relação transferencial com a criança, inicia um processo de mudança comportamental dentro do consultório com o intuito de que estes progressos generalizem para os ambientes naturais da criança. Assim ela conseguirá se comportar de forma a se sentir bem em todas as esferas de sua vida.

Na maioria das vezes, os pais quando chegam a procurar ajuda de um profissional já estão angustiados por não saberem mais o que fazer para ajudarem a criança. Os pais estarão sempre envolvidos no processo terapêutico da criança, através de sessões de acolhimento e orientação, assim passam a entender o que ocorre no contexto familiar e o que poderia estar gerando ou mantendo o problema, podendo no futuro continuar auxiliando esta criança que se tornará um adolescente, e então, um adulto de sucesso. Sendo assim, a família precisa se implicar para que o trabalho feito dentro do consultório seja estendido para casa, escola e externo, alcançando assim, o objetivo da terapia infantil.

Fonte: http://www.atribunamt.com.br/2014/10/quando-procurar-a-terapia-infantil/

Comentários

comentários

Nayara Benevenuto
Nayara Benevenuto
Especialista em Terapia Cognitivo-comportamental com crianças e adolescentes. Atende: adultos, casais, famílias, crianças e adolescentes. Afiliada à Federação Brasileira de Terapias Cognitivas (FBTC).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marcar Consulta