QUEM NÃO PRECISA DE UM AMIGO?
30 de setembro de 2014
Ilustrações mostram como comentários maldosos afetam a vida das pessoas
2 de outubro de 2014

A RELAÇÃO ACABOU: E AGORA?

tumblr_lhr8f6Vunn1qg2i6to1_400_large

É normal e natural sofrer quando um relacionamento afetivo acaba, por conta da perda de um sonho, de um futuro imaginado. Após a perda, quem levou o fora passa por um período de luto e sofre, não só pela perda da pessoa amada, mas também por considerar-se “culpada”, de alguma forma, pelo fim da relação. Perguntar-se: “Onde foi que eu errei? O que eu poderia ter feito ou deixado de fazer para que a relação continuasse?” só serve para piorar a situação porque nada do que se faça ou se deixe de fazer vai manter a pessoa ao seu lado se ela não quiser ficar.

Fazer-se de vítima também não resolve! Se a relação continuasse, seria sofrimento na certa. E sabe por que? Porque não há futuro em insistir em permanecer com uma pessoa que não via em você a pessoa certa para ela (o que não significa que você seja uma pessoa “errada”). Portanto, se a outra pessoa não aceitou você do seu jeitinho, é melhor mesmo ela ir embora e deixá-lo livre para encontrar alguém que o aceite exatamente como você é!

Como superar?

A melhor forma de esperar o tempo do luto passar é se ocupar! Que tal voltar a fazer aquelas coisas que seu parceiro não gostava, um curso para aprender uma nova língua, fazer novos amigos, passeios?

Se a princípio você achar que não vale a pena fazer nada disso porque estas atividades não vão diminuir a sua dor, na medida em que você se ocupa e sai da sua rotina, o tempo passa e, aos poucos, a sua dor diminui até passar!

Evite as recaídas! Não insista para retomar a relação. Se a outra pessoa disse que acabou, aceite porque, se ela retomar a relação, será somente porque sente pena de você.

Entrar em outro relacionamento apenas por vingança, para tentar fazer ciúme ou buscar um novo amor para curar o amor antigo é um engano porque, fatalmente, haverá uma cobrança de que esta nova pessoa seja semelhante à anterior; provavelmente você irá agir com ela como se ela fosse a anterior, sem contar que você pode descarregar nela todas as suas mágoas em relação à pessoa que o deixou.

O melhor a fazer é ficar só, esperar passar o tempo do luto e, só depois de colocar um ponto final no seu sofrimento pela perda, ir atrás de um novo amor!

Depois de passado o período de luto, se a pessoa persistir nos comportamentos abaixo, é melhor buscar a ajuda profissional de um Psicólogo que a ajudará a compreender que dor de amor também passa:

• Se ela passa a maior parte do seu tempo lamentando a perda, seja falando para outras pessoas sobre isso, seja ficando isolada dos amigos e da família;

• Se ela deixa a sua vida de lado para ficar sofrendo pela perda;

• Se o desempenho, tanto escolar, quanto social ou profissional cai muito;

• Se o assunto, nas conversas, é falar da pessoa que perdeu e relembrar tudo o que havia de bom no relacionamento;

• Se tudo é motivo para falar do ex.

Fonte:  http://cerejafina.com/categoria/comportamento

Comentários

comentários

Redatora Casule
Redatora Casule
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marcar Consulta