Avaliação Psicológica (vídeo completo)
10 de julho de 2017
videogame
Como não cair no jogo do jogo?
12 de julho de 2017

Quando o resultado do vestibular não sai como esperado

conferindo resultado vestibular

Como em vários momentos na nossa vida, o resultado do vestibular também pode não sair como esperado. E o que fazer nesse momento? Desistir ou tentar de novo?

A grande maioria das pessoas que conseguiram chegar onde queria teve que enfrentar muitos obstáculos e muitas vezes pensaram em desistir. Como grande exemplo disso pode-se citar Albert Einstein, que na infância foi categorizado como “mentalmente lento”. Só conseguiu falar aos 4 aos e ler aos 7. Foi reprovado na Escola Politécnica de Zurique e antes da comprovação de sua teoria foi alvo de chacotas. Porém, mesmo com todos os desafios e inseguranças, conseguiu atingir o sucesso em seu objetivo.

O momento do vestibular é de muita ansiedade, stress, tensão (como falado no meu texto anterior) mas aguardar o resultado também não é nada fácil. O “frio na barriga” pela espera é enorme. É preciso saber que as vezes o objetivo será atingido rápido mas em outras não.

Isso quer dizer que o “problema” está em você?

Claro que não.

Veja o caso de Einstein que acabamos de citar.

O primeiro passo para que da próxima vez o objetivo seja alcançado é realizar uma auto avaliação de seu ano de estudo. Pode ser que você tenha dado seu máximo (de verdade), mas no dia da prova não se sentiu bem, ou pode ser que tenha acontecido algum imprevisto. É um risco, infelizmente.

Pode ser também que você reconheça que poderia ter feito algumas coisas diferentes, como por exemplo, ter dormido menos a tarde e estudado mais. Por isso a importância da auto avaliação, para que você possa saber o que deve ser feito diferente. Mas independente da conclusão da avaliação, você precisa entender que nem sempre as coisas saem como planejadas.

Pode ser que o resultado dependa apenas de você, ou não. Digo que três fatores influenciam no vestibular: estudo, estado mental e estado físico. Esses fatores estão interligados, como peças de dominó, se um deles falham a chance dos outros falharem é grande.

O estudo é muito importante?

Sem dúvidas.

Mas o emocional também é importantíssimo. Então cuide de sua saúde mental e física também, cuide de você. Aprenda que recomeçar é preciso e use o último resultado como um estímulo para a obtenção do sucesso. Não desista e entenda que o resultado de tudo que está sendo plantado será colhido, na hora certa, quando você menos esperar.

Faça sua parte, dê o melhor de si.

Nesse momento é preciso elevar sua auto estima, ela é de fundamental importância e é exatamente nesse momento que a Psicologia pode te ajudar.

Comentários

comentários

Joana Baldi
Joana Baldi
Especialista em Terapia Cognitivo-comportamental. Atende: Adolescentes, Adultos, Idosos, Famílias, Orientação Vocacional e Pedagógica.

Os comentários estão encerrados.

Marcar Consulta