Terapia para idosos-Christina Daret-Casule
Terapia para idosos (Vídeo completo)
29 de janeiro de 2018
tdah em estudantes joana baldi psicologia casule
O TDAH em estudantes (Vídeo completo)
31 de janeiro de 2018

Pretensão Salarial – O Que Colocar e Como Negociar?

Pretensão-Salarial-–-O-Que-Colocar-e-Como-Negociar--tiago-curcio

Muitas vagas de emprego trazem a exigência do envio da pretensão salarial, que é o valor do salário desejado pelo profissional, junto com o seu currículo. Este valor apresentado pelo candidato é uma forma de as empresas fazerem uma seleção prévia de quais valores estão ou não dentro daquilo que a organização definiu como o salário para aquela vaga.

De parte dos profissionais, especialmente daqueles que estão há muito tempo buscando uma oportunidade de trabalho, o envio da pretensão salarial pode ser verdadeiramente um grande dilema. Como não sabem o que a empresa está disposta a pagar, pode ser que ao definir um valor “mais elevado”, estejam automaticamente eliminados do processo seletivo.

Do mesmo modo, se apresentam um salário muito abaixo, pode ser que mesmo passando pelo processo seletivo e sendo contratado, aquilo em curto prazo possa trazer-lhes grande insatisfação no trabalho. Portanto, é preciso pensar numa estratégia para não sair perdendo em nenhuma das situações e para encontrar realmente um salário adequado ao mercado, à realidade e às competências, experiências e exigências do profissional.

Veja, a seguir, algumas dicas essenciais para que você saiba como preencher este ponto de seu currículo sem perder nenhuma oportunidade com isso.

Como apresentar sua pretensão salarial?

Bem, não existe uma regra que valha para todas as situações e organizações. Quando, por exemplo, o profissional precisa muito daquele emprego, normalmente ele está mais aberto a negociar valores. Por outro lado, quando é a empresa que precisa muito do candidato, quanto melhor ele for maiores são suas chances de negociar um bom valor, de obter o salário que busca ou até mesmo uma proposta melhor.

Para que você se saia bem na hora de responder a esta tão temida pergunta, veja abaixo o que você deve levar em consideração para poder elaborar uma proposta que seja condizente com o que você deseja e merece e também com o que a empresa espera.

Estude o mercado

O melhor caminho inicialmente é estudar o mercado, no sentido de saber qual a média salarial paga a profissionais da sua área e também ao cargo para o qual você está concorrendo à vaga. Esta pesquisa pode ser feita por meio de uma conversa com colegas da mesma área que você, ou seja, sem ser invasivo, pergunta a seus colegas de profissão de que forma pode responder à pergunta da pretensão salarial. As respostas deles vão começar a esclarecer bem as informações e dúvidas em sua cabeça.

Quanto a empresa costuma pagar?

Se possível, procure saber quais são os valores pagos atualmente pela empresa para o cargo em questão. Esta é também uma informação que vai ajudá-lo a responder a esta pergunta. Digo isso, pois quando se sabe mais ou menos a média de valor que a organização está disposta a pagar de salário para o profissional que irá ocupar o cargo, as chances de ser o mais assertivo possível são altamente consideráveis.

Fique atento às suas necessidades

Na hora de responder a esta pergunta, é fundamental levar em conta suas necessidades, bem como seus gastos e despesas fixas que já possui. Este ponto merece bastante atenção, pois é por meio dele que você saberá de quanto precisa para viver mensalmente. Assim, é importante que você faça uma lista com suas despesas, como moradia, alimentação, transporte, lazer, entre outros, para que assim possa solicitar um salário compatível.

Valorize a sua experiência

Geralmente as empresas costumam levar este ponto em consideração na hora de elaborar seus planos de cargos e salários, ou seja, se trata-se de um profissional sênior, este vai ganhar de acordo com as experiências que já obteve no mercado. Para profissionais juniores, a probabilidade é recebam o valor mínimo determinado para a sua categoria.

Assim, é importante que você faça uma avaliação das experiências que já teve em sua carreira e as leve em consideração na hora de dizer qual é sua pretensão no que diz respeito à salário para ocupar a vaga. Se você vai agregar valor à organização com as habilidades e competências que tem a oferecer, com certeza isso vai justificar o valor que você está solicitando.

Avalie o seu estado atual

Este é também um ponto importante, pois se você encontra-se desempregado, o ideal é que a sua pretensão salarial seja de acordo com a média de salário oferecida no mercado. Entretanto, se você está empregado, e encontra-se em negociação com outra empresa, têm condições de pedir um pouco mais. O ideal é ser coerente, para que assim não se perca boas oportunidades.

Cuidado para não exagerar

É necessário manter o equilíbrio na hora de preencher a pretensão salarial, nem pedir menos do que o mercado está oferecendo, por medo de perder oportunidades, e assim, acabar se desvalorizando, e nem pedir valores exorbitantes, ou seja, que não sejam justos e fora da realidade demais.

Não caia na armadilha de pedir mais, com a intenção de negociar posteriormente, pois as empresas podem enxergar que você não aceitará menos do que ela pode oferecer e acabar nem entrando em contato, mesmo que você tenha a experiência que ela deseja e precisa para o seu quadro de colaboradores.

Chegou a hora de negociar

Neste processo, também é essencial definir quais são seus valores e, o quanto está disposto a negociar. Exemplo – Se você deseja receber um salário líquido de três mil reais (valor final recebido, já com descontos) por mês, sua pretensão salarial seria de três mil e quinhentos reais para mais. Mas e desse valor, quanto você estaria disposto a negociar? Você aceitaria receber, por exemplo, dois mil e oitocentos líquidos?

Esta é uma definição que você precisa realmente ter para não fazer uma negociação ruim e acabar fechando um valor que, depois da aplicação dos descontos, não seja compatível com aquilo que buscava e precisa para viver. Portanto, ao ser questionado sobre sua pretensão salarial, pense bem antes de responder qual é o salário que está buscando, para depois de ser contratado, não acabar sendo pego por surpresas desagradáveis. Lembre-se disso, avalie bem e boa sorte!

E antes de finalizar, quero compartilhar com você um vídeo que gravei, em que falo sobre o impacto do dinheiro em nossas vidas. Dessa maneira, você vai também avaliar com assertividade e da melhor maneira possível, de que forma pode determinar uma pretensão salarial que também seja compatível com seus planos de carreira e de vida:

Gostou deste conteúdo? Ele contribuiu e esclareceu suas dúvidas? Agora você se sente mais preparado e mais seguro para responder a esta pergunta tão temida? Deixe o seu comentário e lembre-se de compartilhar este artigo com seus amigos em suas redes sociais.

Copyright: 712767130 – https://www.shutterstock.com/pt/g/fizkes

Fonte: http://www.jrmcoaching.com.br/blog/pretensao-salarial-o-que-colocar-e-como-negociar/

Comentários

comentários

Tiago Curcio
Tiago Curcio
Life Coach e palestrante que admira e vive a área de performance, acrescenta em suas sessões o melhor da Programação Neurolinguística. Adora ficar com a família, pedalar, meditar e caminhar ouvindo audiobook ;)

Os comentários estão encerrados.

Marcar Consulta