fbpx

A internet como vício

Atualizado em 21/07/2016
Por Redatora Casule

A internet como vício

Atualizado em 21/07/2016
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A internet como vício

Os avanços da tecnologia da comunicação trouxeram profundas mudanças geradas pela introdução

e difusão da internet no cotidiano das pessoas.

terapia-online-casule-bannerPowered by Rock Convert

Muitos estudiosos dedicam-se a compreender os efeitos da penetração da rede e o seu papel transformador. O vício em internet pode causar danos físicos, emocionais e comportamento de dependência. A forma de utilizar a internet é determinante para definir se o indivíduo é viciado ou não.

Os sintomas físicos mais comuns aos viciados em internet são taquicardia, boca seca, sudorese e tremedeira. O tempo excessivo diante do computador pode provocar comprometimento da postura, lesões por esforço repetitivo, obesidade ou subnutrição, e prejuízo para a visão devido à luminosidade do monitor e ao esforço ocular.

Os sintomas psíquicos podem ser déficit de atenção, dificuldade para se organizar, definir prioridades e angústia por estar longe do computador.

A redução das horas de sono para ficar diante do computador pode comprometer o rendimento escolar, profissional e social.

Algumas características são comuns aos viciados em internet:

1- Preocupação: quando está off-line, o viciado fica constantemente preocupado com a internet.

2- Necessidade: a utilização da internet é contínua e cada vez maior, como forma de satisfazer sua necessidade crescente de estar conectado.

3- Irritabilidade: quando pressionado para reduzir seu tempo na internet apresenta irritação e dificuldade de aceitação.

4- Fuga: a internet pode ser uma forma de fugir de problemas ou de aliviar sentimentos como culpa, ansiedade, impotência ou depressão.

5- Mentira: para não revelar a extensão do seu envolvimento com a rede, o viciado tem o hábito de mentir para pessoas próximas, quando questionado.

6- Prejuízos: devido ao excesso de tempo na internet, compromete sua vida social e profissional, pois evita compromissos off-line.

7- Lesões: o uso prolongado do computador pode causar problemas nas articulações utilizadas para a digitação, causando lesões por esforço repetitivo (LER).

8- Apatia: não se interessa por atividades desenvolvidas fora da rede.

9- Sonho: a compulsão ao uso da internet provoca a sensação de estar vivendo um sonho.

10- Tempo: o tempo exagerado de conexão e a má qualidade dos conteúdos selecionados são uma constante na vida do viciado.

O vício em internet é apenas uma ponta do iceberg na relação entre o homem e as máquinas por ele criadas. Muitos problemas podem surgir pelo avanço da tecnologia.

Para fugir dessa armadilha é importante priorizar o tempo e o esforço dedicados a pessoas e atividades que possam trazer crescimento pessoal. O equilíbrio de nossas ações é fundamental para dar resposta às transformações que o mundo contemporâneo exige.

FONTE:http://www.maisequilibrio.com.br/bem-estar/a-internet-como-vicio-7-1-6-631.html

banner-paisagem-ebook-manejo-da-ansiedade-v1.1-curtoPowered by Rock Convert

A internet como vício

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre A internet como vício, você pode  agendar o seu horário clicando aqui.


Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: A internet como vício.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como se posicionar?

Como se posicionar?

Sabe aquela pessoa que sempre se comporta de forma rígida e agressiva? Você tem dificuldade em se posicionar quando isso acontece e acaba se sentindo constrangido ou com algum receio ou trava quando alguém te trata dessa forma? Se você quer aprender a se posicionar, esse vídeo é para você!
Ansiedade

Ansiedade

O medo é um sentimento inato que nasce conosco. Já a ansiedade é um sentimento secundário oriundo do medo. Ela é um sentimento que todos nós temos, não há ninguém que tenha uma ansiedade zero. Assim sendo, a ansiedade basal de todos os seres humanos estão sempre maior que zero.
Como reduzir a celulite
Como reduzir a celulite

Como reduzir a celulite

A celulite é um processo de desestruturação em que a pele perde seu aspecto firme. Atualmente afeta cerca de 98% das mulheres de todo o mundo. Será que a alimentação pode contribuir na diminuição da celulite? A resposta é SIM e pode ser mais fácil do que você imagina! Assista ao vídeo completo e saiba como.
Você-pensa-sobre-seus-medos
Você pensa sobre seus medos?

Você pensa sobre seus medos?

O medo é um estado emocional muito importante, associado ao nosso mecanismo de proteção, sobrevivência e adaptação. Os medos estão relacionados a característica do objeto, contexto ou situação temida, mas também a avaliação subjetiva desses fatores. A forma como pensamos as situações, impacta diretamente em como nos sentimos e lidamos com elas. O que acha de avaliarmos nossos medos?

A importância da rede de apoio no processo de psicoterapia

Muito se fala sobre o acolhimento, alternativas de tratamento, estratégias, dicas e orientações necessárias para os pacientes que estão passando por um momento de sofrimento mental, ou possuem algum tipo de transtorno ou realizam psicoterapia. No entanto, pouco é abordado sobre a importância dos familiares e indivíduos que fazem parte do cotidiano e convívio do paciente, que compõem a rede de apoio, sendo considerados parte importante do processo terapêutico, também poder buscar por ajuda, cuidados e orientação.
Leia mais
A-importância-da-rede-de-apoio-no-processo-de-psicoterapia

Saúde mental e o enfrentamento do câncer

como se manter firme para enfrentar uma doença tão difícil e um tratamento tão delicado, vivendo um turbilhão de emoções? Nesse vídeo você vai encontrar algumas orientações para lidar e ajudar alguém que está convivendo com essa doença!
Leia mais
saúde-mental-e-o-enfrentamento-do-câncer

O que a minha filha me ensina

No aniversário da minha filha Luiza, já estávamos em isolamento social e por conta disso, tivemos que cancelar a festinha de aniversário dela. Confesso que foi bem difícil para mim, pois ela ama o aniversário dela que segundo ela, é o dia mais feliz da vida dela. Mal acaba a festa e ela já está planejando o tema do ano seguinte, ela adora estar com os amigos.
Leia mais
O-que-a-minha-filha-me-ensina

Motivos que levam à obesidade

Você sabia que a obesidade é um quadro multifatorial? Isso mesmo! Não podemos colocar apenas na comida a responsabilidade de um ganho de peso. Por isso é importante não ter preconceito e não julgar o comportamento alimentar de uma pessoa que está nesta situação. O aconselhável é sempre buscar ajuda de profissionais que tenham empatia e que possam oferecer qualidade de vida e bem-estar à pessoa com obesidade. Assista a este vídeo completo e saiba mais!
Leia mais
Motivos-que-levam-à-obesidade

Você já ouviu falar em Pistantrofobia

O termo é complicado mas a explicação é simples. Pistantrofobia é o medo de confiar nas pessoas devido a experiências negativas ou decepções ocorridas no passado. Espero que esse vídeo possa te auxiliar a entender melhor sobre esse assunto.
Leia mais

Você tem medo de falar em público?

O medo de falar em público é muito comum. Ou você mesmo tem esse medo ou conhece alguém que tem, não é? É chamado de glossofobia quando esse medo tem proporções exageradas a ponto de paralisar e não permitir que a pessoa tente vencer este medo por si só.
Leia mais

As 5 Linguagens do Amor

Essas são as 5 formas de expressar e de experimentar o amor nas nossas relações. Vem descobrir qual a linguagem do amor que você fala e qual a linguagem que você mais escuta. Compartilha com uma pessoa querida para que vocês possam melhorar a qualidade do relacionamento!!
Leia mais
Linguagens do amor

6 dicas para se tornar uma pessoa mais resiliente

Você sabia que a resiliência é uma habilidade que conseguimos desenvolver e aprimorar? Não são todas as pessoas que já tem essa habilidade super desenvolvida e é por isso que, nesse vídeo, você vai aprender dicas simples de como se tornar uma pessoa mais resiliente e conseguir enfrentar melhor os obstáculos da vida.
Leia mais
6-dicas-para-se-tornar-uma-pessoa-mais-resiliente-BLOG

Você acha que autoestima é só cuidar da sua aparência?

A autoestima vai muito além da aparência, é a visão que você tem sobre você e quando ela está baixa afeta outras áreas da sua vida, seu relacionamento, vida profissional... No vídeo vou explicar o que é, porque é importante e dar dicas para aumentar sua autoestima.
Leia mais
Você acha que autoestima é só cuidar da sua aparência
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This