Avaliação Neuropsicológica
Avaliação Neuropsicológica
22 de maio de 2017
Síndrome de Pica
26 de maio de 2017

Ansiedade x Provas

Frustrated student

Sabemos que o que mais incomoda quando falamos em vestibular e concursos públicos é ouvir a palavra PROVA, pois é nesse dia que tudo que foi fito será provado- ou não. É normal ficarmos ansiosos e com medo nesse momento. Não há fórmulas milagrosas para que você seja aprovado (a) assim como não existe uma fórmula para a solução dos seus problemas emocionais.

Primeiramente é importante entender que a ansiedade patológica atinge inúmeras pessoas e se manifesta em diferentes situações. Infelizmente, em função do mundo capitalista no qual vivemos, a questão de competitividade agrava as questões psicológicas, principalmente a ansiedade, já que esta é uma preocupação excessiva em relação ao futuro.

Os principais transtornos de ansiedade na atualidade são: fobias específicas, transtorno de pânico, TOC (transtorno obsessivo compulsivo), TAG (transtorno de ansiedade generalizada), TAS (transtorno de ansiedade ou fobia social) e transtorno de estresse pós traumático.

Diferentemente do que muitos pensam, nem toda ansiedade é patológica. A ansiedade é necessária e importante até um determinado ponto. A partir do momento que ela começa a atrapalhar sua vida, te incomoda, interfere no seu dia-a-dia ela passa a se tornar patológica. A ansiedade exagerada com as provas pode gerar um ou mais desses transtornos ou de qualquer outro relacionado com a ansiedade.

É muito importante que você saiba reconhecer quando algo não estiver andando muito bem e/ou quando estiver com indícios de ansiedade, como: taquicardia, sudorese, sensação de falta de ar, medo de morrer ou desmaiar, tonturas, etc. O primeiro passo para vencer essa fase é saber que isso que está passando no momento é normal e que não tem nada a temer. Se você estudou, se dedicou, correu atrás da sua meta, não tem porque dar errado.

Todos que vivenciam uma rotina de provas está sujeito a manifestar sintomas da ansiedade. Isso não é um problema que acontece só com você, não tem nada de anormal, você só precisa saber como lidar com esses sintomas e é isso que vai diferenciar você de seus concorrentes.

Não é porque na prova passada não deu para atingir a nota desejada que todos os problemas vão aparecer. Não precisa ter medo, ficar ansioso (a) ou ficar com baixa auto-estima. Também é preciso aprender a lidar com as cobranças de familiares e/ou responsáveis (falaremos mais detalhadamente sobre esse assunto no próximo texto).

A Terapia Cognitiva Comportamental pode te ajudar a enfrentar esse momento de maneira mais saudável, através de técnicas de respiração, dicas para evitar o famoso “branco”, além de te ajudar a enfrentar seus maiores medos e dificuldades.

Comentários

comentários

Joana Baldi
Joana Baldi
Especialista em Terapia Cognitivo-comportamental. Atende: Adolescentes, Adultos, Idosos, Famílias, Orientação Vocacional e Pedagógica.

Os comentários estão encerrados.

Marcar Consulta